Visitas

sexta-feira, 12 de Agosto de 2011

O Chicote

Vamos falar um pouco sobre a carta 11 do Baralho Cigano.


O Chicote, faz-me lembrar a forma como os escravos eram castigados nas senzalas, no Brasil. Nos dias que correm, há pessoas que são tão agressivas, fazendo uso da sua força física ou psicológica, que é como se estivessem a usar um chicote contra outra pessoa.

Quantas vezes já se sentiu oprimido por terceiros?

Esta carta, quando sai, indica discórdias e conflitos na vida do consulente. São as contrariedades da vida, que trazem aborrecimentos.

Portanto, para atenuar ou evitar estas confusões, é fundamental o consulente usar o chicote (leia-se o seu poder) para o bem. Ou seja, é preciso recorrer à reflexão para encontrar uma forma de sair desta situação menos boa. Lembre-se que o diálogo é sempre uma boa opção, para as pessoas se entenderem.

Às vezes são os outros que nos causam estes aborrecimentos, outras vezes nós próprios por não sabermos lidar com a situação.

A cabeça fria, é exigida nestas alturas.


Esta carta, quando associada a outras, indica também Magia, positiva ou negativa, a actuar na vida do consulente. Quando negativa, bloqueia os caminhos do consulente, prejudicando-o. Para combater esta magia, é preciso muitas vezes também recorrer à magia.


Britta Kienle

Falemos agora da iconografia das cartas.

Nos baralhos ciganos (Brasil) a carta 11 é representada por um chicote ou, no caso do baralho de DellaMonica, "A Magia" (acima).

 Na Europa a carta além do chicote, apresenta uma vassoura. Por este motivo às vezes a carta intitula-se "The Broom" (A vassoura) ou, em alguns Petit Lenormands "The Rod" (A Vara). No baralho de Bruno Bieri (abaixo) temos uma espada.


1 comentário:

  1. realmente, o chicote do baralho cigano mostra situacoes de conflito, de tensoes, de desentendimentos aonde existem pessoas que nao gostam de voc"e, porem se voce se esforcar e buscar o entendimento, as coisas melhoram.

    ResponderEliminar