Visitas

quarta-feira, 27 de Julho de 2011

O Caixão


Quando o caixão sai numa tiragem, as pessoas pensam logo em morte!

A morte é uma realidade que nos espera a todos, independentemente do nosso estatuto social, género, nacionalidade. Dizem que a coisa mais certa na vida é a morte!

No nosso dia a dia, o caixão representa dor, é o término da jornada e a passagem de alguém para o plano espiritual. Com a morte finda uma vida, uma personalidade que somente permanecerá na mente dos familiares e daqueles que a admiravam. Com o tempo muitos acabarão por cair no esquecimento, porque a agitação que vive o ser humano não deixa tempo para pensar demasiado no passado.

Mesmo sabendo que na nossa passagem na terra nascemos, crescemos e morremos, a verdade é que existem culturas que aceitam melhor a morte do que outras.


Existem pessoas que morrem cedo demais e nos perguntamos como poderá ser Deus tão cruel e levar uma pessoa tão boa, que estava nos melhores anos da sua vida. Outras pelo contrário, falsas e maldosas, têm uma longa vida apesar de haver muitas pessoas à sua volta a pedirem a sua morte.


Há pessoas que passam por experiências de morte e que tentam se redimir, se tiverem tido uma vida de excessos e maldade. Outros não chegam a ter tempo para alterarem os seus comportamentos, e quando partem levam consigo tudo aquilo que foram em vida.


Todas as atitudes e comportamentos mesquinhos que as pessoas têm, como a inveja, a maldade, a vaidade, a arrogância, procurar complicar a vida dos outros, o ar de superioridade... é aquilo que lhe será permitido carregar na bagagem para a última viagem. Portanto tente ser uma pessoa com princípios e respeitadora do próximo. Afinal SOMOS TODOS UM e quanto mais desequilibrada estiver a humanidade, mais influências negativas teremos no nosso planeta e em nós.

Petit Lenormand, Pianik Vienna

Uma vez que o Baralho Cigano mostra situações do dia a dia das pessoas, é natural que tivesse o Caixão ou Morte ou até mesmo as Perdas, como alguns oraculistas apelidam a carta 8. Também para quem conhece o Baralho da Vovó Cigana, o Caixão está lá!


Tal como no Tarô de Marselha, a carta 13 "A Morte" ou o "Arcano sem Nome" não representa a morte física, o mesmo sucede com a carta 8 do Baralho Cigano.

O Arcano sem Nome

Quando a carta n.º 8 sai, ela aponta para a necessidade do consulente enterrar o que é velho para poder abraçar o que é novo. Exige da sua parte uma transformação e regeneração (de actos, atitudes, pensamentos) no sentido de evoluir (afinal é esse o nosso objectivo!).

Se está mal no seu local de trabalho, deverá procurar um novo emprego (naturalmente não deverá abandoná-lo de imediato).

Se se sente mal numa relação amorosa, talvez seja altura de falar com o parceiro e tentar ver o que está a provocar esse sentimento, ou mesmo terminar e seguir em frente.

A nível das amizades, às vezes no sentido de avançarmos é preciso conhecermos novas pessoas, renovarmos os relacionamentos.

Num sentido mais negativo para a pessoa que procura orientação nas cartas, o Caixão significa perdas que já se encontram a caminho ou materializadas. E essas perdas poderão ser materiais ou mudanças radicais na sua vida, por algo ter chegado ao esgotamento.

DellaMonica

Naturalmente que esta carta, quando associada a outras, poderá significar mesmo morte física. Mas não devemos focar este tema, porque mexe muito com as emoções das pessoas - esta é a minha opinião. Imagine que se ia consultar e lhe diziam que a morte estava próxima! Certamente não ia parar um segundo de pensar nisso.

Sem comentários:

Enviar um comentário